Categorias
Como Combater

Conheça os Tratamentos da Dengue

Certamente você já ouviu algum relato sobre a Dengue. Se você não foi contaminado por esse vírus, continue se cuidando para que as chances sejam ainda mínimas, e isso, pede que todas as pessoas cuidem além de si mesmas, seus locais de habitação. Os tratamentos da Dengue existem e neste artigo, nós vamos conversar sobre eles e como essa doença se estabelece.

A dengue, zika e chikungunya são doenças ocasionadas pelo mosquito Aedes Aegypti. Esse mosquito é muito comum em áreas tropicais e subtropicais, e se manifesta principalmente no verão, mesmo que não goste de altas temperaturas. Existem formas de se prevenir da dengue, sintomas e tratamentos que pode ser através de vacina, mas também, repelentes e inseticidas.

A forma principal de se prevenir é acabar com os focos do mosquito, e isso leva apenas algum tempo de um dia da semana. De acordo com o boletim de epidemiologia do Ministério da Saúde referente a janeiro de 2018, os registros de 2017 sobre a transmissão da doença foram menores. Cerca de 252.054 casos foram registrados enquanto em 2016 a quantidade foi de aproximadamente 1.483.623 casos.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), cerca de 50 a 100 milhões de cidadãos são infectados por ano. A transmissão da doença acontece em mais de 100 países mas em quase todos os continentes, exceto a Europa. O que podemos concluir sobre a diminuição desses números é que as estratégias usadas para reverter a situação e eliminar os mosquitos, podem estar sendo bastante eficientes.

Dengue

Os Tipos da dengue

Muitas pessoas ainda morrem por não saber efetuar o Tratamento para dengue em suas casas quando não vão ao médico. Existem 4 variações da dengue, sendo elas: DEN-1, DEN-2. DEN-3 e DEN-4 e todas possuem os mesmos sintomas. Se uma pessoa adquirir o vírus por mais de uma vez, a doença pode ficar cada vez mais intensa e se elevar para formas mais graves como a hemorrágica e síndrome do choque.

Muitas vezes, as pessoas podem acabar nem se dando conta de que estão infectadas pelo vírus, evitando assim (sem saber), a realização dos tratamentos da Dengue. Para as pessoas que possuem os sintomas, os tipos de dengue considerados pelos estudos clínicos são:

Dengue comum ou clássica

Esta é a forma mais simples e leve da doença. Muitas vezes ela é confundida com a gripe, com início súbito e sintomas que podem chegar até 7 dias de duração. Os principais sintomas da dengue clássica são febre acima de 39 ou 40 graus, dores fortes de cabeça, dores intensas nos músculos e articulações, fadiga, enjoo, vômitos e indisposição que varia de acordo com a imunidade pessoal de cada um.

A dengue, sintomas e tratamentos são reais. Basta apenas uma leviana atenção direcionada e tudo pode ser resolvido facilmente.

Dengue Hemorrágica

O tratamento para dengue hemorrágica também existe e esse estágio tem muita relação com o sangue.

Normalmente ocorre quando a pessoa com o vírus possui alterações na coagulação sanguínea. Neste estágio a doença deve ser tratada de forma rápida, pois pode ocasionar a morte do paciente. No mais, a dengue do tipo hemorrágica é mais comum quando a pessoa já foi infectada pelo vírus anteriormente.

Os primeiros sintomas são bem similares ao da dengue clássica, e as hemorragia podem surgir após 3 ou 4 dias de infecção que são ocasionadas através do rompimento dos pequenos vasos sanguíneos da pele ou órgãos. É bastante comum a presença de queda na pressão arterial das pessoas com dengue hemorrágica, podendo gerar grandes tonturas e até mesmo quedas.

Síndrome do choque da dengue

Muito mais prejudicial que a dengue clássica e hemorrágica, a síndrome do choque possui como principais características uma grandiosa queda ou até mesmo a ausência da pressão arterial. Juntamente a essas situações, também é possível que aconteça inquietação, palidez e até perda da consciência.

O problema maior é que, uma pessoa com a infecção do vírus transmitido pelo Aedes Aegypti pode vir a presenciar problemas neurológicos e cardiorespiratórios.

Além disso, insuficiência hepática, derrame pleural e hemorragia digestiva também podem ocorrer. Assim como a dengue hemorrágica, os casos não tratados podem progredir rapidamente o óbito do paciente.

Por isso, além do tratamento para dengue hemorrágica, dengue clássica e síndrome de choque também são existentes.

sintomas da dengue

Tratamentos da dengue

Inicialmente, é preciso se atentar quanto aos sintomas da doença.

Se a pessoa com o mal estar notar que os sintomas não estão passando e estão se agravando, o ideal é se consultar com os médicos Clínico Geral ou Infectologista. Para que a consulta seja eficaz, é ideal que o paciente tenha consciência total do que está sentindo.

Se a suspeita for de dengue, a pessoa será direcionada a realizar um exame de sangue clínico para dengue, soro para dengue ou como na maioria dos casos, os dois processos. É importante saber que os exames só são possíveis de identificar o vírus após 7 dias de seus sintomas, se ele for capaz de permanecer no corpo.

Conversando sobre as formas de Tratamento da Dengue e tratamento para dengue hemorrágica, não existem métodos específicos. O ideal é que a pessoa tome bastante líquido e tome remédio para o alívio das dores articulares e musculares e também, se houver casos de febre recorrente.

O medicamento mais indicado é o paracetamol. Pode haver casos em que a pessoa precise ser internada para a hidratação endovenosa e em casos mais graves como a dengue hemorrágica ou síndrome do choque, é necessário um tratamento de terapia intensiva.

Tratamento da dengue

O que tomar para ajudar no tratamento da Dengue

Em casos de suspeita da doença é necessário evitar os medicamentos que contenham ácido acetilsalicílico como aspirina ou que possuam uma substância que tenha associação.

O motivo são os efeitos de coagulação que podem levar a ocorrência de sangramentos. Anti-inflamatórios também são contraindicados.

Medicamentos como paracetamol e dipirona são os mais recomendados para o tratamento da dengue, na suspeita ou comprovação da doença. Estes, são completamente recomendados pela OMS e Ministério da Saúde.

Além dos medicamentos recomendados, a ingestão de líquidos como água, sucos, frutas com bastante teor de vitamina C são recomendados.

O importante mesmo é se manter hidratado e sem realizar muitos esforços, pois o cansaço pode ser uma brecha para que o vírus ganhe ainda mais força sobre o corpo humano.

Devemos nos unir para combater a dengue o máximo que pudermos. Essa é uma doença que pode levar a morte e com as medidas corretas podemos ser úteis para a diminuição dos focos e consequentemente, das contaminações.

Veja também: Perda de Peso na Dengue.

Esse post foi patrocinado por: Panela Goldchef. Frita sem óleo e não deixa grudar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *