Categorias
Saúde

Betacaroteno, antioxidante presente em frutas alaranjadas

 Você não tem o hábito de consumir frutas regularmente? Veja os inúmeros benefícios do betacaroteno, facilmente encontrado em frutas alaranjadas e diferentes legumes!

Consumir frutas regularmente é um dos hábitos mais saudáveis para se ter. Além de fornecer energia, esses alimentos auxiliam no bom funcionamento do intestino (fundamental para o nosso sistema imunológico), podem atuar como calmantes, reduzem a ansiedade e melhoram a qualidade do sono. Dentre outros pontos, são fonte de fibras, auxiliam na sensação de saciedade, melhoram a hidratação, combatem a má digestão e reduzem a pressão arterial.

Por outro lado, deixar de comer frutas regularmente pode provocar um desequilíbrio corporal e deficiência de minerais e vitaminas. Alguns sintomas clássicos da falta dos nutrientes encontrados em frutas são queda de cabelo, unhas rachadas, frequência constante de gripes devido à queda de imunidade, entre outros exemplos.

Um dos nutrientes mais famosos encontrados especialmente em frutas de cor alaranjada é o betacaroteno, antioxidante que ajuda a proteger as células do organismo de radicais livres que provocam o envelhecimento das células. Se você adora tomar um bom suco de laranja ao acordar, veja mais sobre a importância do betacaroteno.

O que é 

O betacaroteno é um antioxidante encontrado em frutas alaranjadas que fortalece o sistema imune, ajudando assim a prevenir doenças. Na natureza, existem cerca de 600 tipos de carotenos, sendo o betacaroteno um dos mais importantes. Outra informação importante é que esse nutriente só pode ser obtido a partir da alimentação.

Alguns exemplos de frutas ricas em betacaroteno são laranja, damasco, acerola, mamão formosa, melão, tangerina, além de legumes como cenoura, abóbora, espinafre, brócolis, entre outros exemplos.

Quem gosta de ficar com a pele bronzeada no verão conhece bem o betacaroteno, já que esse nutriente ajuda a proteger a pele do sol e ajuda a fixar a cor por mais tempo.

Ao ser ingerido, o betacaroteno pode ser convertido em vitamina A (retinol) ou atuar como antioxidante para proteger as células dos prejuízos causados pelos radicais livres. Estima-se que metade da vitamina A presente no organismo provém da ingestão de betacaroteno, já que este nutriente é precursor para a produção de vitamina A no corpo humano.  

Benefícios 

Além de ajudar a manter a saúde da pele, o betacaroteno também ajuda a fortalecer os ossos, já que estimula a medula óssea a produzir proteínas que tenham essa função, como por exemplo o colágeno.

Por ser um dos principais precursores de vitamina A, o betacaroteno, assim como outros alimentos ricos em vitamina C, ajuda a prevenir a catarata. Quando a pessoa também consome alimentos ricos em vitamina A, o betacaroteno ajuda a lubrificar os olhos e os livra de problemas como a cegueira, além de reduzir riscos de doença coronariana e acidente vascular cerebral (AVC).

Outros alimentos ricos em betacaroteno

Além dos alaranjados, os alimentos de coloração verde (especialmente o escuro) também são ricos em betacaroteno. Alguns exemplos são: folhas de beterraba, nabo, alface, couve, além de ervilhas, aspargos, couve de bruxelas, kiwi, chicória, agrião, mostarda e folhas do nabo.

Outro alimento muito rico em betacaroteno é a  spirulina, algas verde-azuladas, além de fungos comestíveis que têm sido estudados por pesquisadores sobre a possibilidade de serem utilizados para reduzir a deficiência de vitamina A. Óleos e grãos integrais também são alimentos ricos nesse nutriente, tais como a aveia, além de grãos como o feijão.

Apesar de todos os benefícios trazidos pelo betacaroteno, é preciso ter cuidado para não ingerir esse ingrediente de forma excessiva, já que isso pode provocar efeitos indesejados como a pele alaranjada (conhecida como hipercarotenemia, que pode ser reversível a partir da redução do consumo de betacaroteno).

Deixe uma resposta