Categorias
Uncategorized

Jogos Para Conscientizar Da Dengue

Muita coisa pode ser feita para ajudar na conscientização do combate ao mosquito Aedes Aegypti, responsável por transmitir as doenças como a dengue, chikungunya, zika e também a febre amarela. Uma das formas encontradas para ajudar na educação sobre essas doenças foram os jogos para conscientizar da dengue e se você quer saber mais sobre eles, temos todas as informações.

Antes de mais nada, nosso papel também é alertar sobre as doenças e o mosquito transmissor e se você chegou até aqui, deve estar a procura de algo que possa ajudar a educar alguém, seja criança ou até mesmo adultos. É importante saber cada vez mais as pessoas estão procurando métodos que ajudem nesta conscientização, uma vez que ao ser infectado pela doença uma ou mais vezes pode levar o paciente a morte.

Neste artigo vamos indicar alguns jogos de combate a dengue que ajudam na conscientização da população e vamos conversar um pouco mais sobre o Aedes Aegypti.

Categorias
Emagrecimento

Detox 3D Funciona? É Bom? [Resenha Completa]

Hoje vou falar aqui sobre o Detox 3D, para ajudar vocês a entenderem se esse é um produto que merece reconhecimento de ser adquirido ou não.

Devemos destacar que atualmente existem diversos produtos e promoções que prometem mundos e fundos, entretanto, nem todos cumprem o que prometem.

Dessa maneira, hoje tirarei a dúvida de diversas pessoas sobre mais um deles, aqui você compreenderá como esse produto age, de que forma pode comprar e ainda quanto pagará por cada um deles.

Ademais, se deseja realmente compreender se o Detox 3D funciona, então a ideia é que você fique por aqui, e continue a leitura por completo até o final para poder saber como esse produto de fato age.

Categorias
Curso

Método Fime é Bom Mesmo? [Não Compre Antes de Ler]

Quando chegou até aqui certamente era para saber mais sobre o Método Fime, e principalmente: saber como ele funciona e se realmente vale a pena adquirir o acesso ao curso não é mesmo?

Na verdade, diversas pessoas querem ganhar dinheiro sem ao menos precisar sair de casa, e digo isso principalmente em meio a uma pandemia em que a pessoa quer sair bem menos para a rua.

Dessa forma, se você tem interesse em saber se o Método Fime funciona, e precisa realmente ter uma luz se vale a pena adquiri-lo então fique por aqui e falaremos um pouco mais sobre ele como funciona.

Categorias
Uncategorized

Lipo Power é Bom? Funciona Mesmo? [Review Detalhado]

Recentemente recebi diversas mensagens para falar mais sobre o Lipo Power, um novo produto que está se tornando uma febre dentro do mercado brasileiro. Esse produto em questão promete um emagrecimento completamente saudável e natural, sendo assim, é bem importante entender como ele age.

Porém, muitas pessoas antes de comprar certos produtos desejam realmente saber se eles funcionam, se o site de vendas é seguro, ou se não são fraudes as quais sabemos podem ser completamente prejudiciais financeiramente.

Dessa forma, se você é uma das pessoas que está interessada em saber mais sobre o funcionamento ou não desse produto, saiba que poderá conferir por esse Lipo Power resenha, onde todas as informações serão repassadas da forma mais tranquila. Confira todos os detalhes abaixo!

Categorias
Impotência

Resenha do Extra Horse: Funciona? – Análise 2020

Recentemente recebi muitas mensagens perguntando sobre o Extra Horse, onde muitas pessoas desejam saber exatamente como funciona esse produto, focando nisso então resolvi publicar uma resenha mostrando todas as informações sobre esse produto.

Além disso, por aqui você entenderá exatamente como esse produto vem revolucionando a vida sexual masculina, e de que forma ele é capaz de permitir que o homem consiga obter ereções poderosas, litar contra a ejaculação precoce e principalmente contra a disfunção erétil.

Lembrando sempre, que o Extra Horse é o produto indicado para quem deseja mudar de vida, e que o mesmo é feito apenas com ingredientes naturais e que possuem propriedades poderosas, permitindo assim, que você tenha uma vida saudável e zero rotina na vida sexual.

Categorias
Uncategorized

Prevenção Da Dengue Pelo Cidadão E A Importância Disso

Quando o assunto é mosquito nós já paramos e pensamos no Aedes Aegypti. É muito importante sabermos as formas de atuar para progredir a prevenção da dengue e nos livrar dos maus que as doenças do mosquito podem nos causar. Não só a dengue permanece no foco, o mesmo mosquito transmissor da doença também pode transmitir a Chikungunya e a Zika; doenças com potência ainda maiores.

Tomar todas as providências para não ser infectado é importante, não só para você e sua família, mas também para aqueles que moram próximos a você. Uma vez que o mosquito transmissor pode acabar infectando qualquer pessoa que esteja próxima, e importante saber como se prevenir da dengue.

O verão é a época ideal dos mosquitos Aedes Aegypti, portanto, neste período a proliferação sempre é maior devido às chuvas e por isso, é preciso muitos cuidados. Mesmo que o surgimento seja de maior intensidade nesta estação, devemos estar sempre de olhos abertos em todas as épocas do ano para atuar na prevenção contra a dengue.

Categorias
Uncategorized

Dicas para manter os cabelos sempre belos

Deixar as nossas madeixas bonitas não é uma tarefa das mais simples. Contudo, hoje em dia podemos usar produtos e adquirir hábitos que ajudam (e muito) na manutenção dos fios.

Quando fornecemos a quantidade correta de vitaminas, minerais, proteínas e aminoácidos para os cabelos, eles tendem a se manter saudáveis e brilhantes. E engana-se quem acha que precisa ir no salão de beleza toda semana para isso.

Atitudes simples do dia a dia são o suficiente para conquistar aquela cabeleira dos sonhos. Por isso, não podemos abrir mão de alguns truques que são capazes de fazer toda a diferença no reflexo que vemos no espelho.

É justamente sobre isso que vamos conversar hoje. Neste artigo você encontrará dicas de especialistas para garantir a saúde e o brilho dos fios.

Fique de olho e adquira esses hábitos no seu dia a dia. Boa leitura!

Categorias
Uncategorized

Como perder barriga e emagrecer?

Quem está enfrentando a árdua batalha com a balança normalmente se preocupa com a quantidade de gordura que fica acumulada na barriga. E, de fato, essa é uma região do corpo que tem uma tendência natural para formar a temida “pochete”.

A boa notícia é que alguns hábitos podem ajudar a diminuir os inchaços abdominais. Embora cada pessoa tenha suas particularidades, essas são estratégias com eficácia significativa, desde que seguidas com disciplina no dia a dia.

Continue acompanhando e saiba mais sobre dicas práticas que contribuem (e muito!) em processos de emagrecimento com foco na perda de barriga. Boa leitura!

Respeite o ritmo do seu corpo e coma devagar

Há um delay entre a chegada da comida no estômago e o sinal que é enviado ao cérebro para que ele interprete e transmita a sensação de saciedade. Não é à toa que muita gente come compulsivamente e sequer percebe que já ultrapassou os próprios limites, chegando a passar mal.

Para evitar esse tipo de situação e reeducar a alimentação, é imprescindível comer devagar. Assim, você conseguirá perceber com mais facilidade quando tiver saciado a apetite, além de poder usufruir da sua refeição com calma e sentir melhor o sabor dos alimentos.

Respeitar o ritmo do organismo é um dos pontos chave na luta contra os quilos extra. Esse é um hábito que vale a pena desenvolver.

Categorias
Prevenção

Prevenção Da Dengue – Aedes Aegypti E Zika

Muito se confunde quando o assunto é prevenção. É claro, atuar com a prevenção é ajudar a fortalecer os laços do combate de algo. Quando o assunto é prevenção da dengue, nada muda, e as pessoas precisam estar conscientes dos perigos que estão correndo. A dengue é uma das doenças que mais afetam a saúde pública, dentre 50 e 100 milhões de cidadãos são infectados pelo vírus da doença todos os anos, ao redor do mundo.

Esses casos não acontecem com frequência na Europa, mas de uns anos para cá há um alerta sobre a doença. De certa forma, a região ainda não teve a presença ilustre do mosquito da dengue em proporções preocupantes.

Alguns casos na espanha foram registrados, mas nada comparado ao Brasil e outros países do mundo.

Por mais que a dengue aparente não ser tão preocupante, a dengue clássica pode se desenvolver se o infectado não se cuidar e com isso, os quadros podem mudar e haver uma evolução do vírus. Essa evolução pode fazer com que o vírus passe da doença clássica para dengue hemorrágica ou síndrome de choque, que são estágios ainda mais agressivos.

A dengue hemorrágica ou síndrome de choque da dengue são conhecidas por seus sintomas que podem levar a óbito, por isso é importante prevenir contra a dengue. Sangramentos e quedas de pressão arterial são comuns nos casos e relacionado a síndrome de choque, pode haver até mesmo perda da consciência e funções neurológicas específicas.

Com todas essas informações, nós deveríamos montar ainda mais grupos para atuar na prevenção da dengue. Tarefas simples como retirar recipientes que armazenam água de chuva, limpar calhas, caixas d’água e muito mais podem ser feitas em poucos minutos em um dia da semana.

Categorias
Combate a Dengue Como Combater

Mobilização Contra Dengue

Quando mencionamos Aedes Aegypti você á deve imaginar diversas coisas que associam a doença. A prevenção da dengue é e deve ser um fator de importância para a sociedade, principalmente quando paramos para notar o que as estatísticas estão querendo nos alertar. O Ministério da Saúde e a OMS (Organização Mundial da Saúde) já foram atrás dos números para o ano de 2019 e a situação parece estar grave.

Não podemos dizer que o Brasil possui um estado epidêmico, mas os casos estão elevados quando colocamos em comparação o mesmo período do ano anterior. A explicação pode ser devido a mudança sazonal do país, que consequentemente muda os fatores ambientais, podendo deixar as pessoas mais suscetíveis ou não.

O fator que pede as mobilizações contra o foco do mosquito aedes aegypti estão visíveis, o aumento desses números pode ocasionar situações epidêmicas nas regiões em que mais ocorre a doença. O Tratamento contra a dengue não é somente aquele que o médico passa ao infectado e também, as ações em residências e áreas com grande teor de acúmulos de lixo e até mesmo lugares com muitas poças.

Mas o que pode ser feito? Como mobilizar as pessoas para que juntos possamos ir a luta contra esse vírus que mata milhares de pessoas pelo mundo? Como incentivar as crianças e idosos no combate? Tudo isso, podemos ver a seguir!

Categorias
Como Combater

Conheça os Tratamentos da Dengue

Certamente você já ouviu algum relato sobre a Dengue. Se você não foi contaminado por esse vírus, continue se cuidando para que as chances sejam ainda mínimas, e isso, pede que todas as pessoas cuidem além de si mesmas, seus locais de habitação. Os tratamentos da Dengue existem e neste artigo, nós vamos conversar sobre eles e como essa doença se estabelece.

A dengue, zika e chikungunya são doenças ocasionadas pelo mosquito Aedes Aegypti. Esse mosquito é muito comum em áreas tropicais e subtropicais, e se manifesta principalmente no verão, mesmo que não goste de altas temperaturas. Existem formas de se prevenir da dengue, sintomas e tratamentos que pode ser através de vacina, mas também, repelentes e inseticidas.

A forma principal de se prevenir é acabar com os focos do mosquito, e isso leva apenas algum tempo de um dia da semana. De acordo com o boletim de epidemiologia do Ministério da Saúde referente a janeiro de 2018, os registros de 2017 sobre a transmissão da doença foram menores. Cerca de 252.054 casos foram registrados enquanto em 2016 a quantidade foi de aproximadamente 1.483.623 casos.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), cerca de 50 a 100 milhões de cidadãos são infectados por ano. A transmissão da doença acontece em mais de 100 países mas em quase todos os continentes, exceto a Europa. O que podemos concluir sobre a diminuição desses números é que as estratégias usadas para reverter a situação e eliminar os mosquitos, podem estar sendo bastante eficientes.

Dengue

Os Tipos da dengue

Muitas pessoas ainda morrem por não saber efetuar o Tratamento para dengue em suas casas quando não vão ao médico. Existem 4 variações da dengue, sendo elas: DEN-1, DEN-2. DEN-3 e DEN-4 e todas possuem os mesmos sintomas. Se uma pessoa adquirir o vírus por mais de uma vez, a doença pode ficar cada vez mais intensa e se elevar para formas mais graves como a hemorrágica e síndrome do choque.

Muitas vezes, as pessoas podem acabar nem se dando conta de que estão infectadas pelo vírus, evitando assim (sem saber), a realização dos tratamentos da Dengue. Para as pessoas que possuem os sintomas, os tipos de dengue considerados pelos estudos clínicos são:

Dengue comum ou clássica

Esta é a forma mais simples e leve da doença. Muitas vezes ela é confundida com a gripe, com início súbito e sintomas que podem chegar até 7 dias de duração. Os principais sintomas da dengue clássica são febre acima de 39 ou 40 graus, dores fortes de cabeça, dores intensas nos músculos e articulações, fadiga, enjoo, vômitos e indisposição que varia de acordo com a imunidade pessoal de cada um.

A dengue, sintomas e tratamentos são reais. Basta apenas uma leviana atenção direcionada e tudo pode ser resolvido facilmente.

Dengue Hemorrágica

O tratamento para dengue hemorrágica também existe e esse estágio tem muita relação com o sangue.

Normalmente ocorre quando a pessoa com o vírus possui alterações na coagulação sanguínea. Neste estágio a doença deve ser tratada de forma rápida, pois pode ocasionar a morte do paciente. No mais, a dengue do tipo hemorrágica é mais comum quando a pessoa já foi infectada pelo vírus anteriormente.

Os primeiros sintomas são bem similares ao da dengue clássica, e as hemorragia podem surgir após 3 ou 4 dias de infecção que são ocasionadas através do rompimento dos pequenos vasos sanguíneos da pele ou órgãos. É bastante comum a presença de queda na pressão arterial das pessoas com dengue hemorrágica, podendo gerar grandes tonturas e até mesmo quedas.

Síndrome do choque da dengue

Muito mais prejudicial que a dengue clássica e hemorrágica, a síndrome do choque possui como principais características uma grandiosa queda ou até mesmo a ausência da pressão arterial. Juntamente a essas situações, também é possível que aconteça inquietação, palidez e até perda da consciência.

O problema maior é que, uma pessoa com a infecção do vírus transmitido pelo Aedes Aegypti pode vir a presenciar problemas neurológicos e cardiorespiratórios.

Além disso, insuficiência hepática, derrame pleural e hemorragia digestiva também podem ocorrer. Assim como a dengue hemorrágica, os casos não tratados podem progredir rapidamente o óbito do paciente.

Por isso, além do tratamento para dengue hemorrágica, dengue clássica e síndrome de choque também são existentes.

sintomas da dengue

Tratamentos da dengue

Inicialmente, é preciso se atentar quanto aos sintomas da doença.

Se a pessoa com o mal estar notar que os sintomas não estão passando e estão se agravando, o ideal é se consultar com os médicos Clínico Geral ou Infectologista. Para que a consulta seja eficaz, é ideal que o paciente tenha consciência total do que está sentindo.

Se a suspeita for de dengue, a pessoa será direcionada a realizar um exame de sangue clínico para dengue, soro para dengue ou como na maioria dos casos, os dois processos. É importante saber que os exames só são possíveis de identificar o vírus após 7 dias de seus sintomas, se ele for capaz de permanecer no corpo.

Conversando sobre as formas de Tratamento da Dengue e tratamento para dengue hemorrágica, não existem métodos específicos. O ideal é que a pessoa tome bastante líquido e tome remédio para o alívio das dores articulares e musculares e também, se houver casos de febre recorrente.

O medicamento mais indicado é o paracetamol. Pode haver casos em que a pessoa precise ser internada para a hidratação endovenosa e em casos mais graves como a dengue hemorrágica ou síndrome do choque, é necessário um tratamento de terapia intensiva.

Tratamento da dengue

O que tomar para ajudar no tratamento da Dengue

Em casos de suspeita da doença é necessário evitar os medicamentos que contenham ácido acetilsalicílico como aspirina ou que possuam uma substância que tenha associação.

O motivo são os efeitos de coagulação que podem levar a ocorrência de sangramentos. Anti-inflamatórios também são contraindicados.

Medicamentos como paracetamol e dipirona são os mais recomendados para o tratamento da dengue, na suspeita ou comprovação da doença. Estes, são completamente recomendados pela OMS e Ministério da Saúde.

Além dos medicamentos recomendados, a ingestão de líquidos como água, sucos, frutas com bastante teor de vitamina C são recomendados.

O importante mesmo é se manter hidratado e sem realizar muitos esforços, pois o cansaço pode ser uma brecha para que o vírus ganhe ainda mais força sobre o corpo humano.

Devemos nos unir para combater a dengue o máximo que pudermos. Essa é uma doença que pode levar a morte e com as medidas corretas podemos ser úteis para a diminuição dos focos e consequentemente, das contaminações.

Veja também: Perda de Peso na Dengue.

Esse post foi patrocinado por: Panela Goldchef. Frita sem óleo e não deixa grudar.

Categorias
Tratamento

Sintomas Da Dengue E Como Tratar

Quando o assunto é sintomas da dengue, os pensamentos já se tornam fixos e em casos de algum sintoma associado a pessoa deve imediatamente ir ao médico. A dengue possui 4 tipos diferentes e essa diferença é responsável por sua intensidade. É uma doença que na maioria dos casos se apresenta na forma clássica, mas se não houver os cuidados necessários pode progredir.

A dengue ocasionada de forma mais grave, pede instantaneamente a internação do paciente. Muitas vezes, o indivíduo não é capaz de realizar o tratamento com tranquilidade quando comparamos com a dengue clássica. Além disso, saber quais os sintomas da dengue pode ser muito útil para identificar o estado da doença.

Por exemplo, se uma pessoa infectada apresenta dores musculares, articulares e de cabeça é um estado normalizado da doença. Mas se há casos de vômitos constantes e sangramento, algo está muito errado e pode ser bastante perigoso. Muitas vezes os sintomas da dengue acontecem cerca de 3 a 5 dias que a pessoa foi infectada.

Neste período é onde o estado do paciente costuma ser mais crítico, mas com as ações corretas, se torna fácil levar a evolução diretamente para a cura e não o agravamento. Pode acontecer de uma pessoa infectada não saber que está com a doença, uma vez que nem todas as pessoas apresentam os sintomas iniciais da dengue. Este pode ser um grande problema, pois dependendo da imunidade pessoal, pode haver complicações.

Categorias
Uncategorized

Como Identificar O Mosquito Da Dengue

Quando o assunto é se cuidar contra as doenças que podem nos afetar, nos recordamos de diversas doenças que podem nos atingir e uma delas é a dengue, chikungunya e zika, causadas pelo mosquito da dengue. O Aedes Aegypti que é o transmissor dessas doenças é muito parecido com os mosquitos comuns mas possui características que facilitam o processo de identificação.

Se você não sabe como é o mosquito da dengue, ele é conhecido por suas listras pretas e brancas, o Aedes Aegypti também possui hábitos que não enganam quando o assunto é suspeitar de suas possíveis transmissões, e com eles, a tarefa de identificação são ainda mais fáceis.

Além de silencioso, o transmissor das doenças como dengue, zika e chikungunya:

  • Normalmente picam durante o dia, nas primeiras horas do amanhecer ou entardecer;
  • Suas picadas são mais comuns nas pernas, pés ou tornozelos e é muito comum que elas não doam ou causam coceira;
  • Seu voo é considerado rasteiro, não ultrapassando 1 metro de altura do solo.

Além do mais, o mosquito da dengue é muito comum nas estações mais quentes, sendo conhecido por suas transmissões no verão, mas que podem ser vistas em todo ano. Com isso, o mais recomendado é se cuidar bastante com o uso de repelentes e inseticidas nas residências. Até mesmo a ação de incluir mosquiteiros e telas nas janelas é uma ótima prevenção contra o aparecimento dos mosquitos.

Categorias
Sintomas

Como é a Perda de Peso na Dengue – Entenda Os Riscos

A Perda de peso na Dengue pode ser um dos maiores problemas no momento de recuperação do paciente infectado. Há muitas pessoas que brincam com a situação, alegando que seria uma boa ideia pegar a dengue para perder peso. Mal sabem elas que, a perda de peso ocasionada pela doença é um dos fatores mais preocupantes e precisa de atenção redobrada ao paciente, se ocorrer.

A dengue é uma das doenças mais preocupantes dos últimos tempos. É impossível e até mesmo inacreditável quando se ouve ou vê alguém com poucas informações sobre essa doença que é responsável pela morte de centenas e até milhares de pessoas pelo mundo.

Mas acredite, pode existir pessoas que não saiba tanto sobre, principalmente aquelas mais afastadas dos meios de comunicação e consequentemente, das informações necessárias.

Ao chegar de maneira errada até essas pessoas, muitas delas podem até mesmo achar que adquirir a doença é uma boa maneira de perder peso.

E não, a dengue assim como a chikungunya e zika são doenças de potências diferenciadas e que podem deixar sequelas se não forem tratadas da forma correta.

Mas afinal, o que você deve saber sobre a Perda de peso na Dengue e como evitar que ela aconteça? Antes de chegarmos neste ponto da conversa, precisamos informar você sobre a doença e os cuidados necessários para evitar a contaminação, veja a seguir.

Existem várias alternativas para perder peso, como emagrecedores naturais, como o Womax Plus, por exemplo, entre vários outros suplementos naturais. Mas em questão de dengue, perda de peso é coisa séria.

Categorias
Combate a Dengue

Combate a Dengue: Saiba Como Combater o Mosquito de Forma Definitiva

O mosquito transmissor da dengue é o Aedes Aegypti. Mas o mesmo mosquito também é responsável por transmitir o zika vírus, chikungunya e a febre amarela.

É considerado doméstico como todos os outros que encontramos, de tempos em tempos, em nossas residências. Devido a isso, as ações de combate a dengue se tornam cada vez mais essenciais.

No Brasil, a situação está cada vez mais alarmante. Neste ano, os números estão se tornando maiores e os casos já passam de 451.685 mil, segundo o Ministério da Saúde.

Este aumento é bastante significativo, diz respeito a 339,9% quando comparado ao mesmo período do ano de 2018 que marcava cerca de 102.681 mil de casos.

Observando atentamente esses dados e colocando a mão na consciência, é possível que haja mudanças no Brasil em relação ao transmissor das doenças com a ajuda de projetos de combate à dengue.

A questão principal é: todos os brasileiros estão realmente preocupados com os surtos regionais? Se alguém demonstra que não ao abordar o assunto, essa pessoa deveria começar a se importar.

O combate a dengue é uma tarefa complicada, mas não impossível. O mais importante é manter as situações regionais no controle, pois ao acontecer os surtos, a demanda que hospitais e postos de saúde recebem são triplicadas.