Categorias
Decoração

Como montar uma adega em casa?

Ambiente permite armazenar vinhos especiais da maneira correta, e adiciona valor ao imóvel

As adegas são lugares que podem surpreender até mesmo os leigos no quesito vinho, seja pela coleção de rótulos ou pela arquitetura do local. Sendo você um apreciador de vinhos ou apenas aquela pessoa que aproveita um cupom de desconto para conhecer novos sabores e marcas, uma adega é essencial para garantir uma experiência mais aprofundada nesse universo tão atrativo.

É comum encontrar adegas em residências mais voltadas ao público de classe média ou as adegas climatizadas vendidas como eletrodomésticos para casa. Se você está buscando informações sobre como montar uma adega em casa, este artigo vai tirar várias dúvidas sobre a construção, o investimento necessário e a manutenção. Confira!

O que é uma adega?

As adegas de vinho são espaços que oferecem temperatura e condições de iluminação ideais para o envelhecimento e armazenamento de vinhos de todos os tipos. Elas podem ser super luxuosas, com controle individual de temperatura em cada nicho, ou mais simples, mantendo uma temperatura estável para o consumo de vinhos no dia a dia.

Acredita-se que a primeira adega surgiu em Israel, há mais de 6 mil anos, em uma gruta descoberta em um sítio arqueológico. Hoje em dia, as adegas estão presentes em vinícolas, restaurantes, lojas de bebidas e residências de pessoas amantes da bebida.

Como montar uma adega em casa

Como funciona uma adega? É fácil ter uma dentro de casa?

Uma adega pode ser utilizada para guardar vinhos por um curto período de tempo, mantendo a temperatura ideal para consumo, ou para armazenar vinhos por vários anos, permitindo o melhor envelhecimento. O ambiente da adega só funciona com a combinação de baixa umidade, iluminação adequada e temperatura estável.

Esses três fatores impedem que os vinhos estraguem durante o tempo em que ficam armazenados e protegem as bebidas de impactos e exposição a outros agentes que possam afetar a qualidade do vinho.

Hoje em dia é bem fácil ter uma adega em casa. Você pode aproveitar um armário antigo, que pode ser posicionado em um ambiente mais frio e escuro da casa, ou construir uma do zero, em porões ou outros espaços que podem ser aproveitados.

Existem vários tipos de adega, e, a depender do seu nível de conhecimento e consumo de vinhos, um vale mais a pena que o outro. Confira mais sobre alguns deles.

Tipos de adega: qual o melhor para montar em casa?

Enologia é o nome dado ao estudo dos vinhos, e dentro desse universo existe a definição de diferentes tipos de adegas, que atendem a necessidades diferentes.

Adega passiva

A adega passiva nada mais é do que um espaço reservado para o armazenamento de vinhos. Ele pode ser um cômodo localizado no subsolo de casas, um quarto que recebe pouca interferência do clima externo ou uma sala criada especificamente para receber vinhos.

Como montar uma adega em casa

Adega elétrica

Esse tipo de adega lembra um frigobar, com compartimentos para armazenar garrafas de vinho e resfriamento interno. É indicada para pessoas com pouco espaço em casa, e tem como objetivo principal climatizar vinhos para consumo no dia a dia, sem intenção de envelhecer rótulos para consumo futuro.

Hoje em dia existem diversos aplicativos e conteúdos na internet que disseminam os conhecimentos sobre vinhos de todos os tipos e suas técnicas de beber adequadamente. O segredo para ter uma boa adega em casa é manter o ambiente limpo, com temperatura amena e estável, longe de umidade e de trepidações.

Como montar uma adega em casa

Sendo assim, não é muito indicado ter uma adega próximo de locais que recebam impactos de objetos, som e outras vibrações vindas do ambiente externo. Isso pode não só danificar a garrafa, como causar uma reação nas moléculas do vinho, alterando suas características originais.

Deixe uma resposta